Cases

22

JUL - 2015

Nova Diagnóstico por Imagem adquire banco de dados Oracle para proporcionar crescimento contínuo ao seu negócio.

   No mercado desde 2009, a Nova Diagnóstico, especializada no que há de mais moderno em diagnóstico por imagem, estava em busca de um banco de dados que proporcionasse maior desempenho e escalabilidade aos seus dados, principalmente pelo seu constante crescimento. 

   Utilizando o banco de dados Postgre desde a fundação da clínica, viu-se a necessidade de realizar a troca de fornecedor. “O banco de dados atual não estava desempenhando a eficiência necessária exigida pela demanda do nosso negócio, apresentando problemas de lentidão, chegando a ter paradas significantes." explica Renan Nóbrega, Supervisor de TI da Nova Diagnóstico.

   Já conhecendo o banco de dados Oracle e todas as vantagens que o mesmo poderia proporcionar para a Clínica, a equipe de tecnologia da Nova Diagnóstico teve certeza na hora de realizar a escolha. “A preferência pela Oracle apoiou-se na vantagem de oferecer maior integração entre a aplicação MultiMED da Philips Clinical Informatics e consequentemente uma melhor performance para a Clínica como um todo," relata Nóbrega.

   Para efetuar o processo de migração, a Nova Diagnóstico contou com a parceria da Teiko para elaborar todo o planejamento e a migração da operação. “Quando resolvemos migrar o banco de dados e a aplicação, sabia que íamos precisar de um parceiro que conhecesse além do banco de dados Oracle, as tecnologias da Philips também, e foi ai que a Philips indicou a Teiko para executar todo o processo,” explica Nóbrega.

    O projeto de migração da aplicação MultiMED do banco de dados Postgre para Oracle foi a primeira realizada pela Teiko. Desta forma, Jhonata Lamim, Analista DBA da Teiko que realizou o projeto comenta que foi bastante desafiador, “além disso, proporcionou grande aprendizado, seja em relação a própria aplicação e até mesmo com o banco de dados Postgre,” explica.

    No início da migração já foi possível relatar uma melhora significativa de desempenho e operabilidade.  “Ganhamos em vários aspectos. Consultas e operações corriqueiras passaram a ser retornadas quase que imediatamente. Relatórios pesados que anteriormente demoravam 3 minutos para serem processados, hoje são entregues em 30 segundos aproximadamente”, detalha Nóbrega.

    Na avaliação de Paulo César Schorr, Diretor Comercial da Teiko, “o projeto teve sucesso visto a excelente parceria entre as partes: Teiko, Philips e o Cliente. Entramos a fundo no processo usando ferramentas de Postgre e Oracle, criando scripts e executando estes com sucesso na Clínica.” Lamim, complementa que “a migração bem sucedida e o cliente satisfeito com o ambiente mostra que a estratégia adotada foi a correta e que pode servir como base para as próximas migrações.”

    Nóbrega finaliza afirmando que “a combinação entre as soluções da Oracle, Philips e Teiko foram essenciais para que tenhamos ficado satisfeitos e que tudo tenha ocorrido com sucesso.”

Mais Cases